Após mais uma derrota, Botafogo oficializa novo mascote: O Cavalo Paraguaio

Seedorf chora e se torna um legítimo botaguense (FOTO: Vitinho)

Seedorf chora e se torna um legítimo botaguense (FOTO: Vitinho)

A espera acabou! O Botafogo finalmente vai oficializar o Cavalo Paraguaio como mascote, que será parceiro do antigo mascote, o Manequinho, em ações de marketing e em produtos que serão lançados em breve. O anúncio ocorreu logo depois da derrota por  por 1 a o para o Grêmio, que jogou com um jogador a menos quase toda a partida.

“Nós assumimos o fracasso no Brasileirão em alto estilo, bem do jeito botafoguense de ser. Somos o Cavalo Paraguaio não só de 2013, mas de toda a história e agora isso está oficialmente eternizado”,  disse o presidente do clube, Mauricio Assumpção.

Assumpção ainda comentou que a criação deste novo mascote eterniza a boa campanha do primeiro turno, um dos mais marcantes da história do clube: “É importante dizer que estamos muito orgulhosos de ter feito uma ótima campanha no primeiro turno do Brasileirão e vamos eternizar essa conquista através do novo mascote. Essa é a sacada de mestre. Começamos com tudo no campeonato e caímos? Sim, mas há quanto tempo apenas brigamos para não cair?”, comparou.

Para finalizar, o presidente contou a história do último botafoguense que viu o clube ser campeão. O torcedor morreu em setembro deste ano, aos 118 anos: “Ele perguntou: ‘Mãe, no céu tem torcida?’ E morreu”, disse, muito emocionado.

Uma festa está sendo organizada para lançar o novo mascote. E o evento será grande, para toda a torcida alvinegra. Aproximadamente 30 pessoas devem ser convidadas. Além da festa, uma revista em quadrinhos será lançada em duas semanas. O título: “As aventuras do Cavalo Paraguaio e do torcedor chorão”.