Com Dida e Zé Roberto no elenco, média de idade no Grêmio sobe para 108 anos

Com Dida e Zé Roberto no elenco, média de idade no Grêmio sobe para 108 anos

O Grêmio anunciou a contratação do goleiro Dida, para a disputa da Copa Libertadores. O goleirão se junta a Zé Roberto, outro veterano gremista. Os dois jogadores decidiram deixar o conforto do lar e a alegria dos netos em busca do sonho do tricampeonato da América.

De volta a um grande clube, Dida fez uma análise da sua carreira e traçou a meta de jogar como jogava em 1972, ano em que teve “o melhor desempenho como profissional”:

“Eu despontei jovem. Era só um menino de 28 anos no meio daquele turbilhão. Foi ali que comecei a minha carreira para valer. Até pensei que fosse disputar a Copa do Mundo de 1974, mas não fui convocado”, disse.

Dida explicou os motivos que fizeram com que escolhesse o Grêmio, mesmo tendo mercado em outros países, como os EUA: “Eu pesei várias coisas, mas o mais importante foi o estatuto do idoso, que oferece todas as condições para o cidadão. Isso pesa”.

O craque ainda aproveitou a entrevista para mandar um abraço à família do seu ex-colega de colégio, Oscar Niemeyer, que faleceu este ano: “Força, irmãos! Meus sentimentos!”.

Veja também

Leave a Comment