O Mineirão é novo, mas o freguês é antigo!

Depois de passar mais de dois anos longe do Mineirão, o Galão da Massa comemora a reinauguração do estádio mineiro ao melhor estilo atleticano de ser: perdendo!

Acostumado a perder de 6, torcida lamenta o placar magro Foto: Paulão Caveirão

Acostumada a perder de 6, torcida atleticana lamenta o placar magro
Foto: Paulão Caveirão

Diante de mais de 60 mil pessoas, o novo Mineirão foi reinaugurado com muita festa da torcida mineira. Problemas como a falta do bom e velho tropeiro foram facilmente esquecidos, e até mesmo passaram desapercebidos, pois em campo estava Ronaldinho Gaúcho, no comando do Pseudo Campeão Brasileiro de 2012.

O jogo de entrega das faixas ao Campeão Brasileiro de 2012 contou com um convidado conhecido da torcida atleticana, o Cruzeiro. O time celeste foi apenas um coadjuvante diante da festa da torcida alvinegra, que comemorou muito o fato do Galão poder voltar ao estádio da mesma forma em que marcou sua história em mais de 100 anos.

Anselmo Ramon e Dagoberto foram os responsáveis pela distribuição de faixa entre os jogadores atleticanos.

Apesar de toda a festa, muitos atleticanos protestaram contra jogadores do Cruzeiro diante do placar magro aplicado pelo clube celeste, como o caso do torcedor Diogo Chandelli: “Esse time do Cruzeiro não está com nada. Estou acostumado a vir aqui e ver esses caras fazerem 5, 6 gols, e numa festa bonita dessa os caras fazem um papelão desse? Vergonha!” disse o rapaz antes de beijar a faixa de Campeão Brasileiro de 2013.