Para lotar seus jogos pela 1° vez, Botafogo tenta mandar finais do Carioca em centro de treinamento

Para lotar seus jogos pela 1° vez, Botafogo tenta mandar finais do Carioca em centro de treinamento

Inovação: com o seu estádio fechado por problemas estruturais, o Botafogo botou em prática uma ideia que há anos é defendida internamente: mandar jogos no centro de treinamento de General Severiano. O que seria problema para muitos clubes, para o Botafogo é solução. Como o local não tem capacidade de abrigar um grande número de torcedores, o presidente Maurício Assumpção encontrou o argumento perfeito na procura pelo “estádio” perfeito.

“A nossa média de público é de 100 pessoas por partida, contando com os 22 jogadores em campo, imprensa, árbitros e os 10 ou 15 torcedores que aparecem de vez em quando nos jogos. Esse número nosso CT comporta muito bem”, disse.

O presidente ainda comentou que já possuía esse plano desde o dia em que assumiu a presidência do clube, por isso comemorou a interdição do Engenhão: “Eu sempre achei um desperdício o Engenhão, pois a nossa torcida nunca chegou ocupar 10% da capacidade do estádio. No CT é possível que todos os torcedores acompanhem o jogo ao lado das grades, em volta do campo, bem de perto. Se for analisar, a visão é melhor do que em camarote”, empolgou-se o presidente da estrela solitária.

Caso o Fogão tenha sucesso na solicitação, o Santos, clube co-irmão de solidão, já anunciou que provavelmente transferirá seus jogos para o seu CT.

Texto do leitor @wapso.

Veja também

Leave a Comment